Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Excursões de escolas municipais levam estudantes para a ExpoLondrina 2019

Excursões de escolas municipais levam estudantes para a ExpoLondrina 2019

Thursday, 11 de April de 2019

Os passeios são aproveitados para que as crianças conheçam de perto várias informações e conteúdos repassados nas aulas

Excursões de escolas municipais levam estudantes para a ExpoLondrina 2019

Alunos da rede municipal estão visitando a 59ª Exposição Agropecuária de Londrina (ExpoLondrina 2019), e aproveitando a experiência para ter contato com vários conteúdos abordados em sala de aula. As visitas ao Parque Ney Braga começaram na segunda-feira (8), e ocorrem pela manhã e tarde, das 8h30 às 10h30 e das 13 às 15 horas. Até sexta-feira (12), várias outras excursões para a Exposição estão agendadas com grupos de alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, e também de entidades que atendem crianças portadoras de deficiência e idosos.

Segundo a organização da ExpoLondrina, este ano cerca de 21.400 visitantes de aproximadamente 300 instituições devem comparecer no Parque, o que representa um aumento de 25% em relação ao ano passado.

Para Carla Cordeiro, responsável por projetos pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação (SME), o aspecto educacional que essas visitas proporcionam aos alunos é extremamente importante. “É como uma aula de campo, com uma experiência muito rica. E também um momento que muitas crianças não teriam a oportunidade de vivenciar, se não fosse por meio da escola. Incentivamos a ida dos alunos para este evento porque acaba sendo muito proveitoso, em diversas frentes”, colocou.

Na terça-feira (9), cerca de 50 alunos da Escola Municipal Professor Odésio Franciscon, do Conjunto Hilda Mandarino, foram até a ExpoLondrina 2019. As duas turmas do quinto ano do Ensino Fundamental atrelaram a visita com o conteúdo que eles tiveram em projetos da língua inglesa, e de geografia e história.

A professora de inglês Vilma Ferreira Marques contou que, no parque, as crianças alinharam o aprendizado do projeto Londrina Global com os brinquedos, máquinas e peças agrícolas disponíveis na feira, sendo que vários têm o nome em inglês. “Abordamos o tema dos parques, falando sobre os nomes dos brinquedos em inglês, e da alimentação no estilo fastfood, que é bem americanizada e é a maioria, dentre as opções disponíveis na Exposição. Ou seja, assuntos que eles já estavam estudando e puderam ver na prática”, explicou.

Para os temas do projeto de geografia e história, os estudantes tiveram várias informações para visualizar. Uma delas é a questão da exportação e importação, conhecendo de perto o que o Brasil compra do exterior, e o que vende. “Foi discutida também a implementação do maquinário na agricultura, que têm substituído a mão de obra braçal. Então fomos a um estande para que eles conhecessem a máquina para ordenha de leite, trabalho que antes era feito por uma pessoa só. Viram ainda a modernização das colheitadeiras, alimentos geneticamente modificados e outros que são originários do exterior, e hoje são produzidos aqui”, complementou a professora.

Em relação ao resultado da aula de campo, Vilma frisou que todos gostaram da oportunidade e aproveitaram bastante a visita. “Um dos alunos não estava muito disposto a ir. Mas, depois, ele veio nos dizer o quão legal foi ver de perto o que antes ele só conhecia pelos livros. Teve também uma das meninas, que citou que antes só vinha para a ExpoLondrina pelos brinquedos. E, depois de ontem, ela observou mudanças na alimentação, com influência da cultura estrangeira na nossa rotina, e comentou conosco que, para ela, ir para a exposição deixou de ser uma atividade apenas de lazer e passou a ser também de conhecimento”, destacou.

Fonte: N.Com