Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Encontro debate consequências da pandemia para idosos de instituições Encontro debate consequências da pandemia para idosos de instituições

Encontro debate consequências da pandemia para idosos de instituições

Friday, 22 de October de 2021

Atividade reunirá funcionários e representantes das 20 ILPIs atualmente ativas em Londrina e irá abordar a maneira pela qual as instituições vivenciaram a pandemia da Covid-19

Ilustração

Na próxima terça-feira (26), às 14h, a Secretaria Municipal do Idoso e a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Gerência de Vigilância Sanitária, farão uma teleconferência sobre os impactos da pandemia nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) em Londrina. A atividade faz parte da programação do Mês do Idoso.

Realizado através do Google Meet, o encontro reunirá funcionários e representantes das 20 ILPIs atualmente ativas em Londrina, e irá abordar a maneira pela qual as instituições vivenciaram a pandemia da Covid-19. Também serão discutidos protocolos, normativas e outras orientações para as ILPIs.

O evento contará com a participação das enfermeiras da Vigilância Sanitária, Adriana Menezes, Eliana Marussi, Mirna Germiniano, e Vera Lúcia Mendes; da enfermeira responsável técnica pela ILPI Longevittá, Joanita Castilho Ramalho Lopes; e da enfermeira responsável técnica pela ILPI Lar Maria Tereza Vieira, Andressa Brassaroto.

Durante a atividade, serão apresentados relatos das enfermeiras e realizadas as palestras “Articulação com as Instituições de Longa Permanência durante a Pandemia” e “A saúde mental dos idosos institucionalizados”. Elas serão ministradas, respectivamente, pela diretora de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Ana Karina Anduchuka, e pela psicóloga da Secretaria Municipal do Idoso, Milena Valadão Nunes. Haverá também espaço para perguntas e sugestões dos participantes, após sua conclusão.

Foto: Emerson Dias / NCom

De acordo com a Secretária Municipal do Idoso, Andrea Danelon, o debate irá proporcionar não só uma troca de experiências, como também esclarecimentos sobre o controle da pandemia nas instituições. “É necessário o direcionamento do olhar para pessoas idosas institucionalizadas nesse contexto da pandemia, pois são idosos vulneráveis, que necessitam de um atendimento especial por estarem institucionalizados. A Secretaria do Idoso e da Saúde estão dando o suporte para que essas instituições passem por esse processo, com apoio do poder público. Esses momentos de trocas de experiências, discussões e orientações são de extrema importância para o fortalecimento da rede de atendimento à pessoa idosa”, afirmou.

Fonte: N.Com