Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Em live, prefeito Marcelo anuncia a liberação de diversas atividades e eventos Em live, prefeito Marcelo anuncia a liberação de diversas atividades e eventos

Em live, prefeito Marcelo anuncia a liberação de diversas atividades e eventos

Tuesday, 03 de August de 2021
Categoria:

Cinemas, teatros, academias de ginástica e igrejas poderão funcionar; eventos seguirão regras específicas de acordo com sua natureza e capacidade de ocupação dos locais, conforme o decreto estadual

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, e o prefeito Marcelo Belinati lembraram a importância de seguir procedimentos essenciais como o uso de máscaras de proteção, a disponibilização de álcool em gel e a manutenção do distanciamento social. Foto: N.Com/PML

No último domingo (1º), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, realizaram uma live com atualizações sobre as normas relativas à prevenção da transmissão do novo coronavírus. As medidas são orientadas pelo decreto estadual no 8178,  publicado pelo Governo do Paraná na sexta-feira (30).

De acordo com as novas regras, os shopping centers podem abrir também aos domingos, sem restrições de horário. Diversos serviços estão autorizados a funcionar incluindo cinemas, teatros, igrejas, academias de ginástica e cursos de modalidades esportivas. É importante ressaltar que esses locais devem reforçar cuidados essenciais como o uso de máscaras de proteção, a disponibilização de álcool em gel e a manutenção do distanciamento social. Além disso, todos os espaços devem respeitar o toque de recolher implementado pelo Governo Estadual, das 0h às 5h.

Durante a transmissão, as autoridades também anunciaram que, caso seja firmado acordo entre os trabalhadores do comércio e o sindicato patronal, os estabelecimentos comerciais de Londrina poderão permanecer abertos até as 21h na quinta (5) e sexta-feira (6), e até as 18h no sábado (8), devido às comemorações do Dia dos Pais, no próximo domingo (8). No que se refere às áreas comuns de prédios e condomínios, esses locais poderão ser utilizados sem restrições pelos moradores, de acordo com o regulamento próprio. Também está permitida a realização de partidas de futebol e outros eventos esportivos, desde que não haja público presencial. O prefeito recomendou, porém, que os participantes dessas atividades já tenham concluído os seus esquemas vacinais. “A vacina é a única forma efetiva de combate à Covid-19, pois fornece uma proteção de quase 100% às pessoas e, nos casos em que a infecção acontece, diminui muito a gravidade da doença”, afirmou Marcelo.

Eventos – As novas regras também permitem a realização de eventos, em estabelecimentos credenciados para esse tipo de serviço. No caso de eventos corporativos promovidos sem alimentação ou bebidas, em espaços abertos, essas atividades podem ocorrer com lotação de até 60% da capacidade do local, desde que a ocupação não exceda 500 pessoas. Já os eventos realizados em locais abertos, para público exclusivamente sentado – ou com delimitação de espaço – e que incluam consumo de comida e bebida, podem ser promovidos com até 50% da capacidade de ocupação do espaço. Em qualquer caso, o público não poderá ser superior a 500 pessoas. Quando os eventos estiverem programados para locais fechados, a ocupação máxima poderá ser de 30% da capacidade do espaço, desde que a lotação não exceda 400 pessoas.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, salientou que todos os participantes de eventos deverão ter completado o esquema vacinal ou apresentar, previamente, resultado negativo de exame para detecção do novo coronavírus. “Os frequentadores precisam ter recebido as duas doses ou a vacina de dose única. Outra alternativa é a realização do teste de antígeno rápido, disponível em várias farmácias”, pontuou.

Permanece proibida a realização de eventos que incluam danças ou outras formas de contato físico entre frequentadores; em espaços fechados, que não possuam sistema de climatização do ar; ou que requeiram que o público permaneça em pé o tempo inteiro. Além disso, nenhum evento poderá ter duração superior a seis horas, e todas essas atividades passarão por controle de público.

Segundo o prefeito, não estão autorizados eventos em caráter internacional ou que sejam realizados em locais não autorizados para esse fim. “Os eventos só estão permitidos para locais credenciados. Por isso, continuam proibidas as festas e cervejadas em chácaras. Em qualquer circunstância, o toque de recolher deve ser respeitado, assim como as medidas sanitárias. As pessoas podem ficar sem máscaras quando estiverem sentadas à mesa, comendo, mas deverão colocar a proteção quando se levantarem e saírem para circular pelo espaço”, elencou.

Dados atualizados – A live também incluiu informações sobre o último boletim Covid-19 divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Em relação ao índice de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19, no Paraná, a taxa é de 46% para a Macro Norte, região que inclui Londrina; 60% para a Macro Leste (Curitiba); 63%  na Macro Oeste (Cascavel);  e 48% para a Macro Noroeste (Maringá). Ao todo, a ocupação dos leitos de UTI Covid-19 do estado se encontra em 57%. Já a ocupação de leitos de enfermaria Covid-19 está em 32% na Macro Norte; 44% na Macro Leste; 30% na Macro Oeste; 30% na Macro Noroeste; e 37% no Paraná, em geral.

No que se refere aos leitos de UTI pediátricos, a taxa é de 40% para a Macro Norte; 0% para a Macro Noroeste; 100% na Macro Oeste; e 10% na Macro Leste. O estado contabiliza 23% de ocupação. A enfermaria pediátrica totaliza 0% de leitos ocupados na Macro Norte; 80% na Macro Noroeste; 50% na Macro Oeste; e 18% na Macro Leste. No geral, o Paraná encontra-se com 26% de seus leitos pediátricos de enfermaria ocupados.

Em Londrina, a média móvel de novos casos apresentou redução de 13,71% nos últimos dias, indo de 123,3 para 106,4. O indíce R0, de transmissão, caiu de 0,90 para 0,86, o que também caracteriza a diminuição da velocidade da propagação.

Nas últimas duas semanas, a média móvel de casos e o índice de transmissão apresentaram redução em Londrina. Foto: N.Com/PML

O município contabiliza 52% dos leitos de enfermaria gerais (SUS e privados) ocupados. O índice é de 69% para as UTIs gerais adultas; 76% para as UTIs gerais pediátricas; 52% nas enfermarias específicas para Covid-19 do SUS; 64% nas UTIs adultas específicas para Covid-19 do SUS; e 14% nas UTIs infantis específicas para Covid-19 do SUS.

A faixa etária com maior número de casos permanece sendo a de 20 a 39 anos, com 29.238 diagnósticos (41,44% do total) e 98 óbitos (5,24% do total). As pessoas com 60 anos ou mais têm a maior proporção de óbitos, com 1.302 ocorrências (69,55%) e 10.280 casos (14,57%). O grupo de 40 a 59 anos apresenta 23.968 casos (33,97%) e 471 óbitos (25,16%). O segmento de 0 a 9 anos não registrou óbitos, contabilizando 2.035 casos (2,88%). Entre os jovens de 10 a 19 anos, permanece o número de um óbito (0,05%), sendo que esse segmento teve 5.033 diagnósticos (7,13%) registrados.

N.com