Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Elogio também faz bem para a Saúde Elogio também faz bem para a Saúde

Elogio também faz bem para a Saúde

Wednesday, 22 de July de 2020

Quando merecido, o elogio representa forte motivação para quem trabalha em plena pandemia. Registre sua avaliação oficialmente.

Elogio também faz bem para a Saúde

Foto: Divulgação

A Ouvidoria-Geral do Município abriu canais para receber mensagens de apoio e reconhecimento aos profissionais que estão diariamente na luta contra a Covid-19. O objetivo é que as pessoas possam transmitir palavras de otimismo e, principalmente, de reconhecimento a quem está na linha de frente na luta com o coronavírus

Para fazer o elogio, basta entrar na página da Ouvidoria-Geral no Portal da Prefeitura de Londrina (www.londrina.pr.gov.br) e preencher o formulário que está lá disponível 24h. Se preferir, pode ligar para 3372-4531 ou 3372-4533, no período da manhã, das 9h às 14h, ou à tarde nos telefones 3372-4530 ou 3372-4532, das 12 às 17h45.

De acordo com o Ouvidor-Geral do Município, Alexandre Sanches Vicente, a proposta nasceu de uma campanha da Controladoria-Geral da União, através da Ouvidoria-Geral da União, em receber os elogios para serem encaminhados aos profissionais de saúde. “Estamos adaptando esta campanha, pois o canal que eles utilizam é diferente da utilizada pela Ouvidoria da Prefeitura de Londrina. Porém, a ideia é a mesma: fazer chegar a estes profissionais o maior número de manifestações favoráveis ao seu trabalho, que não é fácil. Um elogio, um reconhecimento, faz toda a diferença para quem está empenhado em salvar vidas, muitas vezes sacrificando a sua vida em família em prol da comunidade”, enfatizou.

Foto: Divulgação

A sociedade tem acompanhado o trabalho realizado por estes profissionais, que correm o risco de se contaminar pelo COVID-19 ao mesmo tempo que buscam salvar a vida de quem chega a uma unidade de saúde com algum sintoma. “Temos profissionais administrativos, enfermeiros, médicos, laboratoristas, telefonistas (disk-covid), entre tantos outros que estão empenhados neste trabalho. Muitas vezes as pessoas querem dar um parabéns, um obrigado, mas não conseguem diante da correria ou por não saber como fazer chegar esse reconhecimento”, salientou.

É importante que quem for realizar o elogio pelo atendimento recebido, cite a unidade e, se possível, identifique o(s) profissional(is) que prestou(aram) o serviço. “Assim, conseguiremos fazer chegar o elogio aos profissionais correspondentes”, afirmou. “Quem não gosta de receber um elogio quando faz um trabalho bem feito? E o que dizer destes profissionais, que muitas vezes, na correria, com a máscara no rosto, acabam ficando no anonimato? Eles precisam deste reconhecimento. E cada um de nós, que foi bem atendido, pode fazer isso”, ressaltou.

O recebimento de elogio é uma das atividades desempenhadas pela Ouvidoria-Geral do Município, que se destaca em ser um canal de comunicação importante entre a sociedade e o poder público.

Trabalho remoto – Desde março, quando entraram em vigor os decretos de quarentena por conta do COVID-19 em Londrina, a equipe da Ouvidoria-Geral do Município tem realizado trabalho remoto, no atendimento às demandas diárias do órgão. Cidadão liga para o número fixo da Ouvidoria e um dos ouvidores atende a ligação. “Chama a atenção que aumentou significativamente as chamadas. E muitas delas são apenas para buscar informações ou orientações sobre serviços, diante da dificuldade que as pessoas possuem de conseguir falar no setor correspondente”, afirmou o Ouvidor-Geral.

Nas primeiras semanas, a Ouvidoria-Geral do Município foi bastante acessada também para formalização de denúncias de não cumprimento dos decretos municipais por empresas da cidade. “Nós, como canal de comunicação do cidadão com a administração municipal, recepcionamos muitas denúncias até hoje. No entanto, a partir do momento em que houve a delegação para a a Guarda Municipal receber as denúncias dos estabelecimentos, favorecendo uma ação mais rápida das equipes de fiscalização, diminuiu bastante este tipo de demanda. Porém, ainda recebemos casos, além das demais demandas normais da Ouvidoria”, salientou.

Os elogios, neste período, têm sido significativos também e crescentes a cada mês. Há casos voltados aos servidores da Saúde em meio a outras secretarias. “As pessoas ainda não estão acostumadas a elogiar quando são bem atendidas. Muitas têm até vontade, mas ficam com receio de o fazer. É importante que o façam e que as pessoas possam ter o hábito de incentivar que os servidores municipais possam fazer sempre mais do que aquilo que estão ofertando”, recomendou Alexandre Sanches.

Transparência e confiança – O trabalho da Ouvidoria-Geral do Município, nos seus quatro anos de existência, têm atraído um número cada vez maior de pessoas utilizando essa ferramenta administrativa. A confiança no trabalho desempenhado, nos resultados e, principalmente, nas respostas obtidas, têm feito com que haja um crescimento significativo de manifestações e pedidos de acesso à informação mensalmente.

De janeiro a junho de 2020, foram 4.081 processos protocolados na Ouvidoria-Geral, com destinação a todas as áreas da administração. Um crescimento de aproximadamente 45% sobre o mesmo período de 2019, quando foram registrados 2.820 processos. “Trabalhamos com um prazo único para emissão de resposta às pessoas que apresentam suas demandas na Ouvidoria de 20 dias corridos podendo ser prorrogado mais 10 dias para que a pessoa possa ter uma resposta da secretaria demandada”, explicou o Ouvidor. No entanto, o trabalho é apenas em segunda instância. Pedidos de serviços que ainda não foram protocolados na Prefeitura devem ser realizados diretamente nos órgãos responsáveis.

A Ouvidoria-Geral do Município atende de segunda a sexta-feira, a partir das 9h até 14h nos telefones 3372-4531 e 3372-4533 e das 12 às 17h45 nos telefones 3372-4530 e 3372-4532. Caso a opção seja acessar os formulários eletrônicos, serviço 24h, pode acessar a página da Prefeitura de Londrina www.londrina.pr.gov.br e clicar em Ouvidoria-Geral.

Fonte: N.Com