Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Composições finalistas do Catuaí Collection desfilam dia 25 Composições finalistas do Catuaí Collection desfilam dia 25

Composições finalistas do Catuaí Collection desfilam dia 25

Thursday, 23 de September de 2010
Categoria:

A oitava edição do Prêmio Catuaí Collection será realizado no dia 25 de setembro, às 21 horas, no centro de eventos do Shopping Catuaí, dentro da programação do Catuaí Collection 2010.

O prêmio é o resultado de uma parceria entre o Shopping Catuaí e o curso de Design de Moda da UEL. É um concurso realizado exclusivamente para os alunos do curso, de todas as séries. ?Este e o grande trunfo deste evento, pois é o único voltado exclusivamente aos alunos da UEL?, comenta a coordenadora do prêmio, Paula Hatadani, que divide a tarefa com a também docente da UEL Dorotéia Pires, com a gerente de Marketing do Catuaí Shopping Londrina, Fernanda Pires, e com a analista de comunicação do Catuaí, Fernanda Fustinoni.

Os trabalhos para o concurso tiveram início em abril. Do total de inscritos, 10 foram selecionados e serão apresentados no dia 25, sábado, último dia do Catuaí Collection. O vencedor receberá um prêmio de R$  4 mil. Os trabalhos também passaram pelo crivo de um júri popular. O vencedor receberá um prêmio de R$ 1.000,00.

Trabalhos classificados

1 – Captura, de  Luciana Iwamoto, 3º ano
Conceito: Trabalho inspirado no lavrador e fotógrafo Haruo Ohara.  Nascido no Japão e estabelecido em Londrina, o imigrante e lavrador Haruo Ohara cultivou, ao mesmo tempo, terra e arte. Suas fotografias iam além do horizonte que retratava: através delas, conseguiu estampar de maneira bela a vida dura dos lavradores. Mostram a dualidade: a vida difícil e a vida bela. Conseguiu capturar, em meio aos obstáculos, a luminosidade da vida.  

2 –  Entrelaços Paranaenses, de Danielle Narimato, 3º ano

Conceito: Essa proposta faz referência aos laços sociais particulares da região, sendo representados pelo tricô. Essas relações sociais constroem as formas que  compõem o look dessa proposta, e a identidade cultural do povo: a receptividade, a miscigenação, e o forte incentivo à cultura parananense. Sendo assim, as formas e a estampa fazem referência a alguns elementos que compõem o cotidiano e o ideário parananense, como café, pinhão e a gralha-azul.

3 –  Estrutura Volátil, de  Flora Chaves, 2º ano

Conceito: Usando obras arquitetônicas como código, a arquitetura de Geraldo Zamproni, que intervém com zíperes em módulos de concretos, a roupa propõe desvendar a trajetória das artes plásticas de Londrina, com os mesmo zíperes de Zaproni, que se abrem para retratar esse movimento.     

4- Imigra, de  Camila Pasinato, 3º ano
Conceito: Os imigrantes chegaram a Londrina, onde as adaptações culturais se fizeram necessárias por um novo modo de viver. A partir dessa constatação, as pombas foram escolhidas como referência. Consideradas um símbolo marcante em Londrina, as pombas tiveram que se adaptar ao novo habitat: a cidade. A coleção então traz o sentido de adaptar-se a um novo local, que tanto as pombas, como os imigrantes tiveram que passar.

5 –  Impressa Expressão, de  Tarsila Maia, 4º ano

Conceito: A impressão digital, vales impressos na palma da mão, cultivo do ser, da substância humana, fronteira entre a pele e a arte, entre raízes e peculiaridades.

6 –  Londrina: Terra, Café e Trabalho, de Desirré Rodrigues, 3º ano
Conceito: O trabalho tem como título ?Café e Trabalho”, trazendo assim como referência para criação o grão do café e exalta a história dessa cultura, que gerou um grande desenvolvimento à cidade de Londrina. Procurei utilizar materiais simples e rústicos como algodão cru (tingido), voal de cortinas e o couro, para mostrar que com criatividade e força de vontade podem ser desenvolvidas estonteantes criações.

7 –  Mel do Mangue; Juliano Gutier, 4º ano

Conceito: Este trabalho faz referência a um produto local do Maranhão, diferenciado na sua obtenção e sabor, sendo exótico. Na composição confeccionada procura-se aproximar as  formas contidas na natureza,  vestindo o corpo feminino trabalhando linhas orgânicas, volumes vazados, proporção e repetição.

8 –  Nordeste Brasileiro (Lampião), de Juliana Ramos, 4º ano

Conceito: O nordeste brasileiro: chão onde o herói e o bandido se confundem num ícone, Lampião. Cada elemento desta coleção remete ao cangaceiro que tinha uma vaidade velada: sua vestimenta era rebordada com pedras preciosas, a estamparia de pintura rebuscada da peça refere-se aos pintores da literatura de cordel ? cerne de tantas lendas sobre o personagem Virgulino.

9 –  Peroba Rosa, de Letícia Nakayama, 3º ano

Conceito: O desbravamento do interior paranaense elevou-se a um patrimônio arquitetônico da própria madeira rica e forte. A cidade modernizou-se, mas cada casa de madeira, com seus tamanhos, formas, detalhes e cores, nos remete ainda ao jeito sereno do homem interiorano de viver e sentir seus sonhos mais inquietos.

10-  Por uma identidade nacional: O Brasil nas obras de Tarsila, de Iana Perez, 2º ano

Conceito: Voltar os olhos para o nosso país, para nossas história e cultura. Buscar uma identidade própria, um jeito particular de se manifestar, afirmando nossos modos de pensar e viver. Libertar-nos de influências estrangeiras para nos posicionarmos internacionalmente. Um modo de fazer isso? Resgatando o início do século passado, quando essa busca teve início nas artes, e olhar para a obra de Tarsila do Amaral, uma artista brasileira que pintava o próprio Brasil, retratando suas cores, sua fauna, sua flora, seu povo.

Fonte: Máxima Comunicação

Mais detalhes:

Prêmio Catuaí Collection Data: 25 de setembro de 2010 Horário: 21 horas Local: Catuaí Shopping