Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Começa vacinação contra Covid-19 para trabalhadores da educação em Londrina Começa vacinação contra Covid-19 para trabalhadores da educação em Londrina

Começa vacinação contra Covid-19 para trabalhadores da educação em Londrina

Thursday, 13 de May de 2021
Categoria:

Estão sendo vacinados professores e profissionais de 55 a 59 anos; os primeiros dessa faixa etária a receberem as doses foram dois professores da rede municipal

Foto: Emerson Dias

A Prefeitura de Londrina iniciou a vacinação contra a Covid-19 para professores e trabalhadores da educação, na faixa de 55 a 59 anos de idade. A professora Neila da Silva Biazotto, 59, da Escola Municipal Professor Hélvio Esteves, na região norte, foi a primeira profissional da educação a ser vacinada nesta nova etapa da campanha. Por volta das 16h10, ela recebeu sua dose de imunização, inaugurando os atendimentos a este novo grupo prioritário.

Foto: Emerson Dias

Biazotto, que atua há 25 anos como professora da rede municipal, ministra aulas para o 5º ano e também para o projeto de Educação Ambiental da mesma unidade.

Ela celebrou ao ser vacinada e expressou sua alegria em ser a primeira professora contemplada nessa faixa etária. “Estava trabalhando em casa, organizando planejamentos, quando soube do agendamento aberto. Foi uma ótima surpresa saber que eu abriria essa nova etapa de vacinação. Fico emocionada, muito agradecida e feliz em ser vacinada e participar deste momento. Seguiremos nos cuidando, mas já é um primeiro passo importante para os trabalhadores da educação se sentirem mais seguros. Temos esperança de poder retornar para as salas de aula, assim como as crianças, que também estão vivendo um momento singular em suas vidas, longe dos colegas e da escola”, disse.

Foto: Emerson Dias

Na sequência, quem recebeu a vacina foi o professor Marcos Antônio Dias, que dá aulas de Educação Física na Escola Municipal Professora Ruth Lemos, na região norte. Com 59 anos, ele também atua há 25 anos na rede. “Fico sempre ligado, acompanhando sobre a vacinação. Quando a secretária de Educação publicou um vídeo anunciando o início do agendamento, logo já corri para agendar meu horário on-line. Moro perto do CCI Norte e aqui fui atendido muito rápido. Estou muito feliz em receber a primeira dose contra a Covid-19, que nos dá mais segurança para pensar no retorno às atividades. Sinto muita falta de estar na escola com os alunos e colegas, com mais de um ano sem poder dar aulas presenciais”, contou.

Foto: Emerson Dias

Para a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, o início da vacinação para os profissionais de Londrina é uma grande conquista. “Por conta da pandemia, há mais de um ano as escolas não funcionam normalmente. Então, a vacinação agora é o fato mais importante para nós, no que se refere ao cuidado aos nossos professores e prevenção ao coronavírus. É um dia para comemorarmos, um grande passo para que o retorno ao ensino presencial possa ocorrer. Além das atividades remotas, os atendimentos individualizados e de reforço vêm sendo feitos com três alunos por vez, e nos próximos dias devemos ampliar essa quantidade, o que será importante. Mas ainda não existe previsão de retorno das aulas presenciais”, comentou.

De acordo com a secretária de Educação, apenas nesta quarta-feira (12), primeiro dia de atendimentos, quase 200 professores e outros profissionais do segmento já agendaram horários, sendo que vários deles começaram a ser vacinados ainda hoje.

Foto: Emerson Dias

Segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, até o momento cerca de 820 profissionais, de 55 a 59 anos, estão autorizados a realizar o agendamento da vacina, seguindo os critérios válidos. Nessa primeira etapa, podem receber a dose da vacina trabalhadores de instituições da rede municipal, estadual e particular de Londrina, em todos os níveis de escolaridade, exceto o Ensino Superior.

“Há uma grande expectativa de toda a comunidade para o retorno das aulas nas escolas, e agora começamos a vacinar os professores e a comunidade escolar. Fizemos uma análise do nosso banco de dados, cruzando com as planilhas enviadas pelas escolas e chegamos, por enquanto, em 821 professores e profissionais já liberados para serem vacinados, de 55 a 59 anos. Esse número deve ser maior, e isso será verificado para que outros agendamentos sejam lançados. Quem já agendou pode ser atendido em uma das sete unidades de vacinação exclusiva para Covid-19 que temos à disposição”, ressaltou Machado.

N.com