Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Carreira em ascensão: perícia em crimes cibernéticos Carreira em ascensão: perícia em crimes cibernéticos

Carreira em ascensão: perícia em crimes cibernéticos

Monday, 11 de January de 2016
Categoria:

O mercado de trabalho é amplo para o profissional especialista

O uso crescente da internet fez surgir uma nova modalidade
de crime, o cibernético. Coletar provas, analisar mídias e recuperar evidências
nesta área é uma tarefa cada vez mais exigida pela Justiça. Mas é grande a
falta de profissionais aptos para atuar como peritos forenses nesta área. Para atender esta
demanda, o Instituto de Pós-Graduação IPOG Paraná / EIP Cursos está trazendo
para Londrina e Curitiba o curso de pós-graduação em Computação Forense e
Perícia Digital, o único com este formato no País. Em Brasília, há um curso de
mestrado nesta área, somente para policiais.

O corpo docente é um dos destaques do curso, cujos
professores têm experiência prática. Entre eles estão:  Paulo Quintiliano, brasileiro que é diretor
da INTERPOL na França; Pedro Eleuterio, autor do livro ‘Desvendando a
Computação Forense’; Helvio Peixoto, ex professor da Universidade de
Austin, no Texas; Helano Matos Nogueira, ex-diretor mundial da INTERPOL na
França, entre outros.

Um dos principais softwares utilizados nas aulas é o mesmo
usado pela Polícia Federal e todas as polícias do mundo para fazer laudos de
informática. O curso tem enfoque prático, com o objetivo de fornecer aos alunos
as habilidades necessárias à investigação de sistemas potencialmente
comprometidos, bem como o conhecimento sobre ataques comuns e a preparação para
trabalhar em uma investigação legal.

Podem fazer esta pós-graduação os profissionais com curso
superior em todas as áreas afins à tecnologia da informação ou com notório
saber em TI.

As aulas são realizadas durante um final de semana por mês.
Durante o curso, serão apresentados os conceitos essenciais da investigação
forense digital como:

– Volatilidade de evidências e coleta de dados em um sistema
em execução;

– Recuperação de informações parcialmente destruídas;

– Reconstrução da linha temporal dos eventos;

– Prevenção de armadilhas instaladas por invasores;

– Compreensão da lógica dos sistemas de arquivos;

– Reconhecimento de artefatos maliciosos e técnicas de
recuperação de dados armazenados em memória.

Veja também sobre este curso no link:

http://www.ipog.edu.br/curso/tecnologia-da-informacao/computacao-forense-e-pericia-digital/

Fonte: Divulgação

Mais detalhes:

Para mais informações e matrículas em Londrina e região ligue: (43) 3351-2377 ou (43) 9957-9372 WhatsApp www.ipog.edu.br e [email protected]