Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
BMX brasileiro apresenta mudanças para a temporada 2016 BMX brasileiro apresenta mudanças para a temporada 2016

BMX brasileiro apresenta mudanças para a temporada 2016

Thursday, 11 de February de 2016
Categoria:

Disciplina terá o calendário ampliado e novas categorias
foram incluídas no regulamento

A atual temporada promete para o BMX nacional. Após conversa
com atletas e dirigentes, a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC)
apresentou mudanças na estrutura geral da disciplina para o ano de 2016. Entre
as principais modificações estão a inclusão de novas categorias, a ampliação do
calendário nacional e um novo sistema de resultados para a Copa Brasil e
Ranking Nacional.

As mudanças nas categorias aconteceram com a oficialização
da Men 40 + e também da Cruiser 15/16 (15 e 16 anos). O ranking também ganhou
novas provas de Classe C1, além da ampliação na pontuação das provas de Classe
C4 e alterações no credenciamento de provas C3, com uma nova tabela. para os pilotos
brasileiros que pretendem participar de competições internacionais, o novo
regulamento estabelece que apenas será permitido a inscrição para aqueles que
pontuaram no ranking nacional referente ao ano anterior (2015).

Considerada uma das provas mais importantes do calendário
nacional, a Copa Brasil de BMX também sofreu alterações e será realizada em 7
etapas. A competição passará pelas cidades de Americana (SP), Manhuaçu (MG),
Palmas (TO), Campo Bom (RS), Joaçaba (SC), Sorocaba (SP) e Salvador (BA). O
Campeão da Copa do Brasil será definido pela somatória dos cinco melhores
resultados nas etapas disputadas.

Para a definição dos campeões do ranking nacional será
considerada a pontuação obtida nas seguintes provas: Campeonato Brasileiro de
BMX Racing, Campeonato Brasileiro de Time Trial, Campeonato Estadual, e os
cinco melhores resultados em provas oficiais válidas pelo ranking CBC. O
calendário oficial de 2016 está disponível no site oficial da CBC.

“As modificações foram feitas pensando no crescimento da
disciplina. Colocamos o nosso departamento de BMX para conhecer as necessidades
que existiam, e após muitas conversas com atletas e dirigentes fizemos mudanças
que surgem para contribuir com a evolução do BMX brasileiro. O objetivo é
incentivar cada vez mais o uso da bicicleta, seja dentro ou fora das pistas de
competições. A disciplina de BMX proporciona uma iniciação a partir dos 5 anos,
contando também com pilotos que já passaram dos 60, então é um esporte
democrático, saudável e muito divertido para toda a família”, declarou José
Luiz Vasconcellos, presidente da confederação e integrante da Comissão
Internacional de BMX da UCI.

Fonte: Divulgação