Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Black Friday: Google lança comparador de preços no Brasil Black Friday: Google lança comparador de preços no Brasil

Black Friday: Google lança comparador de preços no Brasil

Monday, 09 de November de 2020
Categoria:

Aba “Shopping” do buscador agora conta com alertas de queda nos preços de produtos desejados pelo usuário, além de comparação de preços em tempo real

Para melhorar a experiência de compra dos usuários durante a Black Friday, o Google lançou diferentes novidades para a aba “Shopping” do buscador, que engloba produtos. As otimizações trouxeram informações mais completas sobre os preços dos itens apresentados a quem faz uma pesquisa.

A grande vantagem da novidade para quem deseja fazer compras online na data comercial mais esperada do ano, que, em 2020, acontecerá no dia 27 de novembro, é a possibilidade de checar se o preço do produto encontrado na web está dentro da média, mais caro que em outras lojas, ou mais barato.

Utilizar a novidade é simples: ao procurar, por exemplo, “tênis infantil masculino”, na aba de compras, o buscador informa em uma barra azul a classificação do preço de cada um dos produtos resultantes da pesquisa. É possível também conferir em tempo real as melhores ofertas do item desejado em outras lojas e escolher o mais barato.

Outra atualização que deve ser útil aos que desejam se planejar anteriormente para as promoções do fim do mês é o rastreador de preços, que já fazia sucesso em outras plataformas como o Zoom. O rastreador permite selecionar um produto e receber notificações quando o valor do mesmo abaixar, o que vai livrar os consumidores da dúvida de se a oferta apresentada na Black Friday é real ou não.

Promessa de uma Black Friday movimentada

De acordo com a pesquisa realizada pela empresa de consultoria Provokers e encomendada pelo Google, 62% dos brasileiros declaram ter interesse em pesquisar e comprar produtos durante a Black Friday. Em outro levantamento, realizado pela Rakuten Advertising, 86% dos brasileiros consultados devem priorizar compras online na edição da Black Friday de 2020.

Os motivos da grande movimentação na web estão ligados ao ainda presente medo de contágio por coronavírus nas lojas presenciais e à presença de novos compradores digitais, como indicam os dados compilados das empresas de análise de mercado Nielsen, Comscore, Global Web Index, Kantar e Mind Miners. De acordo com as pesquisas, 13% dos brasileiros tiveram a primeira experiência de compra online durante a pandemia e 24% dos que já eram clientes em lojas na web aumentaram o consumo online.

Observando esse movimento, o Google lançou as melhorias na área de compras do buscador – que antes estavam disponíveis apenas nos Estados Unidos – também no Brasil.

Flávia Viana/Conversion