Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Avenidas Europa e Dez de Dezembro passam a contar com novos semáforos Avenidas Europa e Dez de Dezembro passam a contar com novos semáforos

Avenidas Europa e Dez de Dezembro passam a contar com novos semáforos

Tuesday, 22 de October de 2019

A Prefeitura de Londrina, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), colocou em funcionamento na manhã desta terça-feira (22) os novos semáforos do cruzamento entre as avenidas Europa e Paris, no jardim Piza, zona sul da cidade. Amanhã (23), começam a operar os dispositivos posicionados na Dez de Dezembro com a Rua da Natureza, na mesma região. Os equipamentos têm como objetivo trazer mais segurança a pedestres e condutores no acesso a um centro universitário instalado nas proximidades.

Em ambos os locais, os semáforos começaram a ser implantados há cerca de um mês e vinham funcionando no amarelo intermitente, como forma de alertar para a novidade. No caso da Avenida Europa, onde também foi realizada a construção de rampas de acessibilidade para cadeirantes, os sinaleiros vão coordenar o fluxo nos dois sentidos de circulação, inclusive com tempo de travessia para o pedestre.

Avenidas Europa e Dez de Dezembro passam a contar com novos semáforos

Já na Dez de Dezembro, os aparelhos vão disciplinar o tráfego na baia de conversão à esquerda no sentido centro – bairro, próximo ao Parque Arthur Thomas. As duas vias são os principais ramais de acesso ao jardim Piza e registram trânsito crítico em determinados momentos do dia, sobretudo nos horários de entrada e saída de alunos.

Nos dois pontos, agentes da CMTU farão o acompanhamento da movimentação durante os próximos dias para orientar os motoristas. O funcionamento dos dispositivos também será observado e, caso seja necessário, ajustes poderão ser feitos.

Adquiridos e implantados pela Unopar, os novos semáforos fazem parte do Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) determinado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) para a instituição. A medida visa amenizar os impactos no trânsito causados pela instalação da unidade.

Além da implementação dos aparelhos, a universidade ficou encarregada das sinalizações vertical e horizontal nos locais. As intervenções viárias tiveram supervisão da CMTU e a posterior manutenção das demarcações também ficará a cargo da companhia.

Texto: Danylo Alvares / Assessoria CMTU