Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Aulas presenciais continuam suspensas até 31 de maio na rede municipal Aulas presenciais continuam suspensas até 31 de maio na rede municipal

Aulas presenciais continuam suspensas até 31 de maio na rede municipal

Monday, 17 de May de 2021
Categoria:

O Decreto 557 também amplia, de três para cinco alunos, o limite de atendimentos pedagógicos por sala de aula

Foto: Vivian Honorato

O prefeito Marcelo Belinati prorrogou, até o dia 31 de maio, o período de suspensão das aulas presenciais na rede municipal de ensino. A medida foi estabelecida por meio do Decreto Municipal nº 557, assinado nesta sexta-feira (14). A novidade é que as escolas agora estão autorizadas a receber até cinco alunos, por sala de aula, nos atendimentos educacionais individualizados. Até o decreto anterior, este limite era de três alunos, no máximo. O decreto pode ser lido, na íntegra, no Jornal Oficial do Município, edição nº 4.349.

Com a permanência da suspensão no ensino presencial, as aulas e atividades regulares do ano letivo continuam sendo realizadas somente de forma virtual, exceto os atendimentos especiais nas escolas.

A determinação vale para todas as 88 escolas municipais e 35 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), além dos 56 Centros de Educação Infantil (CEIs) filantrópicos conveniados ao Município.

As demais escolas e instituições de ensino, públicas e privadas, deverão seguir o regramento instituído pelo governo do Paraná, por meio de decreto estadual.

Foto: Vivian Honorato

Segundo a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, o atendimento individualizado nas escolas é algo muito importante para as crianças. “Com este decreto, ampliamos de três para cinco alunos o limite de alunos atendidos por sala de aula. Apesar de já estarem conectados on-line nas atividades, os alunos com mais dificuldades têm a oportunidade de ir presencialmente participar deste bate-papo com o professor, receber atenção especial e tirar suas dúvidas. Todos estes alunos passaram por avaliação, então sabemos das condições e quem tem mais dificuldades na escola, para que o professor faça essa intervenção individualizada. Estamos animados em ver as crianças podendo receber esse suporte”, destacou.

N.com