Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Aos 80 anos, ciclista paranaense estabelece Recorde da Hora Aos 80 anos, ciclista paranaense estabelece Recorde da Hora

Aos 80 anos, ciclista paranaense estabelece Recorde da Hora

Friday, 18 de December de 2015
Categoria:

André Nunes Silveira pedalou 31.712 km/h, percorrendo 31.500
metros no Velódromo Municipal de Maringá

O paranaense André Nunes Silveira, de Curitiba, é um
recordista. Ele pedalou forte no velódromo de Maringá hoje (dia 17/12) e
estabeleceu o novo Recorde da Hora para a categoria Veterano (60+) com
31.712km/h, totalizando 126 voltas (31.500 metros). Aos 80 anos, o curitibano é
um exemplo de força e vitalidade, tornando-se o primeiro brasileiro a
estabelecer a marca na categoria – um feito inédito e histórico para o ciclismo
nacional. O evento conta com chancela da Confederação Brasileira de Ciclismo
(CBC) e de árbitros nacionais da Associação Brasileira de Comissários de
Ciclismo (ABCC).

“é uma emoção muito forte. Estou me sentindo ótimo e vou
continuar pedalando. Pedalo há mais de 50 anos e nada é impossível, basta
trabalhar duro e curtir o que se faz’,” afirmou ele, bastante satisfeito
após a prova.

O Recorde da Hora é um desafio no qual o ciclista deve
pedalar sozinho durante 60 minutos sem interrupção. Este foi o primeiro evento
destinado aos atletas com mais de 60 anos. Familiares, entre eles vários netos,
estiveram no velódromo torcendo pelo avô. “Foi emocionante ver os netos
vibrando, contou Elaine Siridakis, uma das cronometristas da prova, enviada
pela Confederação Brasileira de Ciclismo.

Há meses, André começou sua preparação para o desafio,
focado no condicionamento físico para garantir resistência e preparo. De  de lá para cá, pedalou pesado para garantir o
recorde. “Vinha me dedicando bastante, me estimula muito participar deste
desafio”, disse, agradecendo aos familiares e a todos que trabalharam e
contribuíram para a realização do evento.

‘Pratico o esporte por amor e procuro sempre melhorar
minhas marcas e desempenho. Espero que este marco também sirva de incentivo
para os demais atletas’, comenta André, que já coleciona feitos
impressionantes como nove participações nas 200 milhas de Montevideo, no
Uruguai.

Para garantir a validade do recorde, o evento o evento foi
supervisionado pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e de árbitros
nacionais da Associação Brasileira de Comissários de Ciclismo (ABCC). Os
treinamentos do ciclista foram acompanhados de perto pelos professores Iverson
Ladewig e Otávio Tavares. Otávio é 
triatleta e personal trainer, atuando em diversas áreas e competições,
enquanto Iverson é professor Associado da UFPR, lotado no departamento de
Educação Física e envolvido no ciclismo há mais de 40 anos, exercendo diversas
funções, entre elas, Técnico da Seleção Brasileira de Ciclismo de Pista entre os
anos de 2001 e 2004 e mais recentemente, atuando como Comissário Internacional
de ciclismo (árbitro) da União Ciclista Internacional (UCI), com sede em Aigle,
na Suíça.