Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Alunos do Colégio Marista Londrina participam de Missão Solidária em Paiçandu (PR) Alunos do Colégio Marista Londrina participam de Missão Solidária em Paiçandu (PR)

Alunos do Colégio Marista Londrina participam de Missão Solidária em Paiçandu (PR)

Friday, 15 de January de 2016
Categoria:

Atividades acontecem de 17 a 23 de janeiro

Jovens maristas terão
uma atividade diferente durante as férias de janeiro: durante uma semana cerca
de 500 alunos e ex-alunos do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, São
Paulo, Goiânia e Distrito Federal, com idades entre 16 e 30 anos, vivenciarão a
rotina dos moradores de comunidades em situação de vulnerabilidade social em
quatro diferentes cidades brasileiras: Curitiba (PR), Paiçandu (PR), Caçador
(SC) e São Paulo (SP).

A ação começa no próximo domingo (17) e segue até o dia 23
de janeiro. Os alunos do Colégio Marista Londrina participarão das atividades
em Paiçandu (PR).  O projeto Missão
Solidária Marista (MSM) é realizado todos os anos, desde 2005, com o objetivo
de promover a educação para a solidariedade, a partir de uma experiência
vivencial de aprendizado recíproco e dialógico. Nesse período, haverá troca de
experiências de vida entre jovens e moradores, a fim de despertar o senso
crítico, a sensibilidade solidária e a espiritualidade. Participam da ação:
unidades sociais do Grupo Marista, colégios, PUCPR e Católica de Santa
Catarina.

De acordo com Diogo Galline, do Setor Pastoral do Grupo
Marista, antes de iniciar a missão, cada grupo organiza a programação com uma
série de atividades que são elaboradas em parceria com os líderes comunitários
das localidades que receberão os missionários. Em contrapartida, os jovens que
participarão da missão também se preparam em suas cidades para essa experiência
missionária que irá acontecer, por meio de partilhas e do estudo de temas da
solidariedade.

“A realização da Missão Solidária em quatro locais
simultâneos almeja propagar a cultura da solidariedade, uma vez que favorece a
participação de um número maior de jovens e, assim, contribui também para que
essa iniciativa inspire outras pessoas a fazer o mesmo”, enfatiza.

Em todas as ações a finalidade é promover a integração com a
realidade encontrada, bem como verificar as prioridades junto às comunidades.
Como exemplo, está prevista a revitalização de espaços públicos (pintura de
muros, limpeza de jardins e praças, entre outros). Além disso, momentos de
debates, convivência com as famílias e atividades educativas e recreativas para
crianças e jovens também devem acontecer.

Segundo Galline, espera-se que esses jovens retornem as suas
realidades com o olhar aguçado e crítico, conseguindo perceber as injustiças
sociais existentes em seu entorno para, assim, agirem como agentes de
transformação social. “Acredita-se que a participação juvenil em uma Missão
Solidária Marista é uma forma possível (embora não seja a única) de tornar real
o desejo de um mundo mais fraterno a todos”, finaliza.

Fonte: Lead Comunicação