Armazém Companhia de Teatro abre o FILO com ‘Hamlet’

quinta-feira, 10 de agosto de 2017 Peça foi indicada ao Prêmio Cesgranrio de Teatro 2017

Foto: Divulgação

Para comemorar os 30 anos de trajetória, a Armazém Companhia de Teatro volta às origens para abrir o FILO 2017 com sua versão de “Hamlet”. Obra fundamental de Shakespeare, encontra o nosso tempo, cheio de som e fúria, num coquetel de conflitos contemporâneos que vemos todos os dias jorrando nas grandes cidades do mundo.

Hamlet é o príncipe da Dinamarca, às voltas com as circunstâncias da morte do pai e a sucessão do trono. Assassinato, traição, manipulação e sexualidade são as armas usadas na guerra para preservar o poder. No centro dessa história está Hamlet, um homem desesperadamente preocupado com a natureza da verdade, um homem notável que quer ser mais verdadeiro do que, provavelmente, é possível ser. O Hamlet contemporâneo é um sujeito destrutivo, atormentado e letal.

Na montagem do Armazém, sete atores dão vida aos personagens de Shakespeare. A tradução ficou a cargo de Maurício Arruda Mendonça, parceiro habitual do diretor Paulo de Moraes em muitas dramaturgias da companhia. “Hamlet” foi indicada ao Prêmio Cesgranrio de Teatro 2017 em seis categorias: espetáculo, direção, iluminação, cenografia, figurino e categoria (trilha sonora).

Fonte: Divulgação

Mais detalhes

Ficha técnica

Hamlet

Da obra de William Shakespeare

Montagem da Armazém Companhia de Teatro

Patrocínio: Petrobras e Banco do Brasil

Direção: Paulo de Moraes

Versão Dramatúrgica: Maurício Arruda Mendonça

Colaboração na Dramaturgia: Paulo de Moraes e Jopa Moraes

Apresentação

11 de agosto às 20h30

12 de agosto às 19h30

Teatro Ouro Verde