Como andar de moto com mais segurança

segunda-feira, 20 de março de 2017 Para se proteger é preciso fugir de situações de risco e usar equipamentos corretos

Infelizmente, todo mundo conhece uma história sobre acidente com moto: seja o vizinho, uma amiga ou aquele conhecido, sempre há alguém próximo que passou por um problema grave na pista. Isso porque dirigir nas cidades já é algo complexo, e, muitas vezes, o piloto também peca por falta de segurança.

Para se proteger, é preciso fugir das situações de risco e utilizar os equipamentos corretos.

1- Pegue leve em dias de chuva

Se já há perigos suficientes em dias de sol, naqueles com garoa, chuva moderada ou intensa, há muito mais necessidade de atenção. Uma dica eficiente é nunca exigir demais da moto. Nada de brecadas bruscas, acelerações inesperadas e curvas rápidas. Sinta aos poucos como sua moto se adequa a essas situações para estabelecer um limite seguro. De outro modo, é perigo na certa com uma pista molhada adiante.

2- Jamais deixe de usar capacetes

Mesmo que seja para ir até a padaria na esquina da sua casa, jamais deixe os capacetes de lado – o seu e o da garupa. Este é o item de proteção mais importante para aqueles que pilotam motos, pois salva várias vidas todos os dias. Sem o equipamento, no menor descuido, a possibilidade de traumatismo craniano é muito alta e pode acabar em tragédia. O apetrecho deve ter ajuste adequado para ficar estável e atender às demandas de resistência em cada tipo de pista.

3- Não seja imprudente

Não é porque todas as motos passam no sinal fechado que você fará o mesmo, certo? Nas cidades, tudo acontece muito rápido, e, quando menos se espera, o acidente acontece. Por isso, mantenha a calma em situações delicadas e o foco na hora da condução. Nos cruzamentos, a atenção deve ser redobrada devido ao fluxo intenso de veículos.

4- Fique visível para os motoristas

Todo piloto de moto sabe que seu veículo é muito mais frágil em relação aos outros. Se por um lado as motos oferecem agilidade, por outro, deixam o condutor extremamente exposto. Por isso, fique sempre  visível para os demais condutores – o retrovisor pode ser um grande aliado nesse sentido. Respeite sempre a distância indicada em relação aos demais veículos, especialmente os maiores. Para fazer as ultrapassagens, tenha certeza que o motorista à frente consegue visualizar o seu movimento. Além disso, o corredor da esquerda costuma receber a maioria das motos, ou seja, mantenha-se nele.

5- Aprenda a frear direito

Você sabia que a maior parte dos pilotos não sabe frear direito? Essa é uma realidade que pode colocá-lo em risco. O freio dianteiro deve ser o principal responsável pela freada, apenas com apoio do traseiro. E muitos fazem exatamente o contrário. Mas sempre é hora de mudar hábitos antigos e se adequar às melhores condições de segurança.

Fonte: Divulgação